quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

NOVO MEGA ESCÂNDALO: A BOLA DA VEZ É O BNDS!




Duas investigações do Ministério Público e um pedido de apuração na Polícia Federal prometem esclarecer o que o governo federal, o governo de cubano e a empreiteira Odebrecht não explicam, alegando sigilo bancário e uma decretação de segredo por até 30 anos. Os procuradores querem saber qual a legalidade dos empréstimos concedidos pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS) a empreendimentos em países como Cuba, Venezuela, Equador e Angola.  Ao menos na ilha dos irmãos Fidel e Raul Castro, os empréstimos ainda contaram com subsídios dos cofres públicos!



Caso não seja estancada a enxurrada de “empréstimos” fraudulentos a países e empresas vinculadas a petistas, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES será fechado e as contas dependuradas no prego serão pagas pelos trouxas que pagam impostos nesse País. A quantidade astronômica de dinheiro destinada a turbinar contas bancárias dos marginais que mandam no Brasil hoje, através de gordas comissões e participações em empresas como FRIBOI, onde Lula da Silva tem participação acionária sem nunca ter sido empresário em sua vida; as “X” de Eike Batista, que se encontram em regime falimentar e jamais pagarão os “empréstimos” feitos por Lula e Dilma Rousseff sem qualquer garantia, darão o golpe final na existência de um banco que foi fundado para investir no nosso desenvolvimento e que hoje serve apenas para doar dinheiro a caloteiros do tipo dos Castro e do ditador de Angola. Sem qualquer controle ou fiscalização por parte do TCU ou qualquer outra entidade fiscalizadora, o BNDES está sendo utilizado como fomentador de fortunas a empresas falimentares ou em situação financeira claudicante. 

O BNDES injetou, por meio da compra de ações e títulos, R$ 12,8 bilhões em frigoríficos como JBS, Marfrig e Independência desde 2007. A cifra corresponde a 9% do orçamento do banco em 2014. Dessa maneira não existe tesouro nacional ou arrecadação de impostos que consiga suprir de dinheiro esse saco sem fundo em que se tornou o banco que foi fundado por Getúlio Vargas para ser o órgão formulador e executor da política nacional de desenvolvimento econômico. Nos governos militares esse fundamental banco participou do enorme desenvolvimento que alavancou nossa economia e indústria tornando-as das mais fortes do mundo. Com a chegada dos cupins PT, devoradores do dinheiro público, o BNDES tornou-se seu tesouro particular e será assim até que os ponhamos para fora a ponta-pés.

REAGE BRASIL! 


Fontes: Congresso em Foco e Diário do Poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário