terça-feira, 30 de abril de 2013

VOTE NO PT...GANHE BRINDES!




VOTE NA DILMA 

Vote na Dilma e ganhe, inteiramente grátis, um José Sarney de presente agregado ao Michel Temmer.
Mas não é só isso, votando na Dilma você também leva, inteiramente grátis (GRÁTIS???) um Fernando Collor de presente.


Não pense que a promoção termina aqui.
Votando na Dilma você também ganha, inteiramente grátis, um Renan Calheiros e um Jader Barbalho.
Mas atenção: se você votar na Dilma, também ganhará uma Roseana Sarney no Maranhão, uma Ideli Salvati em Santa Catarina e uma Martha Suplício em S.Paulo.


Ligue já para a Dirceu-Shop, e ganhe este maravilhoso pacote de presente: Dilma, Collor, Sarney pai, Sarney filho, Roseana Sarney, Renan Calheiros, Jáder Barbalho, José Dirceu, Delúbio Soares, José Genoíno, e muito, muito mais, com um único voto.


E tem mais, você também leva inteiramente grátis, bonequinhos do Chavez, do Evo Morales, do Fidel Castro ao lado do Raul Castro, do Ahmadinejad, do Hammas e uma foto autografada das FARC´s da Colombia.


Isso sem falar no poster inteiramente grátis dos líderes dos bandidos "Sem Terra", Pedro Stedile e José Rainha, além do Carlos Minc com uniforme de guerrilheiro e sequestrador.


Ganhe, ainda, sem concurso, uma leva de deputados especialistas em mensalinhos e mensalões. E mais: ganhe curso intensivo de como esconder dinheiro na cueca, na meia, na bolsa ..., ministrado por Marcos Valério e José Adalberto Vieira da Silva e José Nobre Guimarães.
Tudo isto e muito mais..

ESSE TEXTO PRECISA E DEVE SE TRANSFORMAR NA MAIOR CORRENTE QUE A INTERNET JÁ VIU !!!


Arnaldo Jabor
Não deixe de repassar é o mínimo que podemos fazer diante de tanta corrupção! 

O RISCO BOLIVARIANO


"Com petistas, todo cuidado é pouco. O país assistiu, nos últimos dias, a uma tentativa escancarada de ataque à democracia. Enquanto artistas da esquerda caviar protestavam contra o pastor Feliciano, dando beijos uns nos outros, os "mensaleiros" da Comissão de Constituição e Justiça tentavam usurpar o poder do STF à surdina. Montesquieu ficaria horrorizado com tanto descaso à divisão entre os poderes.

 É realmente espantoso que, em pleno século 21, ainda tenhamos que combater uma ideologia tão nefasta quanto o socialismo, que deixou um rastro de escravidão, morte e miséria por onde passou. Mas uma ala petista, com outros partidos da esquerda radical, ainda sonha com essa utopia assassina. Tanto que chegaram a assinar carta de apoio ao ditador coreano! 

São os nossos "bolivarianos", que se inspiram no falecido Hugo Chávez, cujo "socialismo do século 21"é exatamente igual ao do século 20. Vide a militarização crescente imposta por Maduro, o herdeiro do caudilho venezuelano, assim como a inflação fora de controle e o aumento da violência. Socialismo sempre estará associado ao caos social e à opressão.

 Se o socialismo é o mesmo de sempre, a tática para chegar a ele mudou. Hoje, os socialistas tentam destruir a democracia de dentro, ruindo seus pilares, mas mantendo as aparências. Eles aparelham toda a máquina estatal, infiltram-se em todos os lugares, e partem para uma verdadeira revolução cultural, sustentada pelo relativismo moral exacerbado.
 
Com essa agenda politicamente correta, os socialistas modernos vão impondo uma mentalidade fascista que, em nome da "tolerância" e da "diversidade", não tolera divergência alguma.

 Triste é ver que alguns homossexuais aderem a esse movimento, ignorando que o socialismo sempre perseguiu os gays. Chega a ser cômico ver o deputado Jean Wyllys usando boina no estilo Che Guevara, um facínora que achava que os gays tinham de ser "curados" em campo de trabalho forçado.
 
Nesse ambiente, os defensores da liberdade e da democracia não podem cochilar jamais. É preciso tomar cuidado com as cortinas de fumaça criadas para esconder o jogo sujo dos bastidores." 

Artigo intitulado " O risco bolivariano",  publicado hoje, em O Globo

domingo, 28 de abril de 2013

MULTIDÃO SEM FOCINHEIRA!


O MARACANÃ é lugar apenas para os grandes artistas, os verdadeiros...Ali Garrincha, Pelé, Zico e Frank Sinatra, entre outros, foram ovacionados.

Aquela vaia foi gloriosa. Inesperada! Eu que assistia a reabertura do Maracanã, pela tv, senti um certo mal estar ao ver as figuras do ex-Presidente, da Presidente atual, e capachos por lá, e, embora constasse do protocolo, cheirava destoante. Época dos mil por cento de aprovação, povão extasiado pela figura do presidente-operário e a promessa do Brasil super decente...

De repente, sem que se pudesse esperar, sobe o barulho ensurdecedor da vaia mais bem orquestrada, sem que houvesse  maestro! Não foi um, ou  um grupo que começou, foram todos ao mesmo tempo. Não tem preço, nem bandeira de cartão de crédito que pague o senso de justiça que nos tomou naquele momento e a cara de pateta dos "injustiçados".
 Tanto nos marcou, que ansiamos pela repetição, muitas e muitas vezes. E ainda vai se repetir,  basta que num descuido os personagens saiam dos seus currais de amestrados!

Isto é apenas uma prova de como são falsos e comprados os tais índices de popularidade dos institutos de pesquisa de opinião. O grande perigo é que essas “pesquisas de intenção” influenciem nos votos dos indecisos.

.Desmistifica o mito Lula, e é a prova cabal de que o prestígio do “bebum de Rosemay” não e uma unanimidade nacional. O que dizer, então, do "Poste de Saia"?
Imaginem o que aconteceria se eles e o desgovernador guardanapo fossem ao centro do gramado do maracanã? Seriam, literalmente, ovacionados!

Essa sim é a real pesquisa, o real termômetro dos ânimos. Linchamento moral para os amorais, e ensina que platéia amestrada é uma coisa...multidão sem focinheira, é bem outra!






QUEM TE VIU...QUEM TE VÊ...




Já cantava Chico Buarque “quem te viu, quem te vê”, música que desde 2003 se tornou o melô do Partido dos Trabalhadores. Quem te viu, quem te vê PT. O partido nascido no combate à ditadura, em defesa dos “interesses do trabalhador brasileiro”, contra as opressões, contra as oligarquias, contra privatizações, contra os reacionários etc. Quem vê o PT hoje não pode acreditar que ele um dia foi o PT dos anos 80. Quem se lembra dos parlamentares petistas perseguidos pela ditadura militar – Lula inclusive – não esperaria que em Abril de 2010 o partido estaria apresentando  - aliados aos setores mais reacionários da política brasileira – o novo Pacote de Abril. É PT, quem te viu, quem te vê.


Já não se pode dizer, há muito tempo, que o PT defende os interesses dos trabalhadores, basta ver a forma como o dinheiro da poupança do trabalhador (FGTS) é tratado. O FGTS é usado para alimentar os cofres do BNDES para que o PT o use para financiar estádios, trem-bala e empresas específicas (e não setores-chave da economia). Somado à isso vem o renascimento da inflação, que de mentirinha já não tem nada. Quem mais sofre com a inflação é o trabalhador mais pobre, já que a queda do poder de compra se dá mais enfaticamente entre os mais pobres. Aluguel, alimentação e transporte sofrem uma inflação que em alguns casos chega a mais de 10% (ou mais de 100% no caso do feijão nesses 10 anos de PT). Isso é defender os interesses do trabalhador brasileiro PT?

Contra as oligarquias? Pois é, quem te viu, quem te vê PT. Aquele partido que apontava as oligarquias regionais – baseadas ainda no coronelismo – como fator de atraso da emancipação do povo brasileiro hoje tem como sustentação política o que há de mais podre na política brasileira: Collor, Renan Calheiros, Jader Barbalho, José Sarney, Blairo Maggi e outros. As oligarquias não são mais um mal a ser combatido, e sim uma importante peça de sustentação política. O PT também prostituiu esse ideal.

E as privatizações PT? Felizmente o partido acordou para o século XXI. Aquele mesmo partido que lutou intransigentemente contra todas as privatizações dos anos 90 sem se embasar em dados, mas apenas num discurso ideológico preso ao século XIX. O problema é que agora que o PT quer privatizar, o faz mal. O faz – como no caso dos aeroportos – utilizando dinheiro público do trabalhador via BNDES e obrigando as empresas a aceitarem a Infraero como sócio detentor de 49% das ações de cada aeroporto. Infraero essa que é uma estatal exemplar: exemplar na incompetência.

E o PT progressista? Onde foi parar? Quais foram os avanços nos direitos LGBTT promovidos pelos governos petistas nesses últimos 10 anos? E como explicar a aliança entre o partido e figuras pra lá de reacionárias já citadas anteriormente? Interessante notar que o mesmo PT que luta contra o pastor Marco Feliciano na presidência da CDHM (luta que eu também comprei) é o mesmo PT que aceitou o apoio do mesmo pastor em 2010 e o tem na sua base de governo. É o mesmo PT que rasgando a bandeira da ética indica mensaleiros condenados pelo STF para integrarem a mais importante comissão da Câmara: a CCJC. A aliança PT/João Campos para acabar com a autoridade do STF mostra o grau de amor aos reacionários que o PT chegou.

Por falar em João Campos e STF, cabe falarmos aqui do novo Pacote de Abril patrocinado pelo PT. Dois projetos que visam acabar de vez com a recente democracia brasileira. O primeiro deles a PEC que visa submeter as decisões do Supremo Tribunal Federal ao crivo do Congresso Nacional. O segundo deles o projeto casuístico e eleitoreiro que restringe a criação de novos partidos, tendo como foco a ex-senadora Marina Silva, que pode impedir que Dilma ganhe em primeiro turno (pelo menos essa é a lógica petista). De fato os petistas que lutavam contra a ditadura o faziam não por amor a democracia, mas com o objetivo de implantar a deles.

Vivemos em tempos de Rosemarys, em tempos de Mensaleiros, em tempos de PT. Vivemos o que há de mais pútrido na vida política nacional. Plagiando o canalha mor, nunca antes na história destepaíz tivemos um Congresso tão medíocre (ética e intelectualmente). O PT contribuiu muito para esse cenário, na verdade foi seu grande articulador. E articularam isso para que a população perdesse a fé na política, nas instituições e – por fim – na democracia como um todo. Dessa forma, ficaria muito fácil para eles golpearem o Estado de Direito e declararem-se – como todo bom marxista – salvadores da pátria ideologizada pela burguesia (hoje chamada pelo canalha mor de azelite), obviamente relacionadas com uma imprensa conservadora que só quer destruir a imagem dos grandes salvadores da pátria (daí a necessidade de se acabar com a liberdade de imprensa). A venezuelização do Brasil começou, resta saber se vamos deixar que ela ocorra ou se vamos por – já em 2014 – um fim à essa dilapidação do capital ético desse país. Resta saber: a oposição está cumprindo seu papel para por fim a essa hegemonia?


MATHEUS LEONE
Graduando em Ciência Política na Universidade de Brasília

sábado, 27 de abril de 2013

STRIKE NELES






"As ideias do Foro de São Paulo e sua extensão Unasul não estão indo tão bem. Não é fácil estabelecer o Socialismo do Século XXI como planejou Chavez. Cuba não deu certo mesmo, a Venezuela está afundando economicamente e caminhando para o caos politico tendo tido o governo que “dominar” a justiça e o Congresso.

Cristina Kirchner precisou também desarmar a justiça para manter um pequeno controle da Argentina populista e em elevada decadência social e econômica com investidores fugindo do país. 


O Paraguai terá que retornar ao Mercosul com um governo não “afinado” com os líderes populistas Sul Americanos. 


Há riscos, também no Brasil, com uma reeleição ameaçada pela inflação e alguns novos competidores relativamente fortes e com boas ideias. O PT – e seus apoiadores do PMDB – perderam força com a condenação dos seus principais líderes, os “mensaleiros”. 


Esses fatos mostram que não será fácil Lula e o PT atingirem seu plano de poder no Brasil. Embora já tenham o absoluto controle do legislativo, encontram uma enorme barreira no terceiro e muito poderoso poder, o judiciário. Daí a necessidade de eliminá-lo evitando investigações sobre políticos do partido e aliados com a PEC 37 e agora, com o gole final para dominar o STF (Supremo Tribunal Federal) definitivamente, com a PEC 33. 


É o “coup de grace” na democracia brasileira que ficará totalmente desmantelada e no controle de um só poder, de um só cidadão e partido. 


Tudo indica que, para Lula e o PT chegou a hora do golpe final."


Enviado por meu amigo sempre atualizado  Fábio Figueiredo.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

N Y TIMES - ME AGUARDE!!!






A notícia que está levando os petralhas ao orgasmo ininterrupto, em gozo com a cara do Brasil que pensa, pode ser analisada, sim, sob a óptica do que um cronista carioca amigo chamava de “o perigoso terreno da galhofa”. Pois o que lemos é que Lula vai escrever ─ note-se: escrever, não apenas assinar ─ um artigo periódico no  maior e mais importante jornal diário do mundo."

Li que uma das cláusulas contratuais estabelece a condição de Lula escrever sobre sua experiência direta nos assuntos de que tratar. Sendo assim, já sabemos que a coluna vai versar sobre embriaguez durante o expediente, peculato, raciocínios tortuosos, platitudes, enriquecimento do filho, infidelidade conjugal e lobby a favor do Mister X, o mágico-empresário-sócio, brasileiro que está fazendo desaparecer milhões do  dinheiro público com a assistência do Planalto/BNDES! 

 Lula deveria ser o primeiro a reconhecer que é um analfabeto irrecuperável e que todos sabem que não será ele quem vai escrever os artigos. Mesmo assim, por uma insana egolatria, o imbecil se sujeita a um papel ridículo e desprezível. O pior de tudo é saber que existem néscios e acéfalos que acham que este acontecimento tosco e circense é a glória suprema do bufão.

Gostaria de saber por que o "doto" sem causa de honra não foi “convidado para escrever” nos jornais de países dos companheiros bolivarianos ou nos países com “democracias natas”, como Irã, Coréia do Norte e outras tranqueiras mais.

Como não descarto qualquer teoria da conspiração, o espaço deve ter sido comprado a peso de ouro; afinal, o dinheiro é farto nesta esbórnia para os quadrilheiros. Que melhor vingança teria o "anarfa" contra FHC que essa de escrever (kkkkkkkkkk) no NYT?

ME AGUARDEM!

LIBERDADE E JUSTIÇA


Não há como negar a existência de uma crise entre o Legislativo e o Judiciário neste momento, e o pano de fundo é o julgamento do mensalão, agora na sua fase decisiva. Há diferenças fundamentais, no entanto, entre decisões tomadas nas últimas horas que geraram esse ambiente de mal-estar institucional.

O equilíbrio entre os poderes da República será quebrado caso o escandaloso projeto de emenda constitucional aprovado pela CCJ da Câmara, dando ao Congresso a possibilidade de rever decisões do Supremo e até mesmo submeter algumas delas a plebiscito, prossiga até o final do processo legislativo. Uma retaliação clara de um grupo petista à atuação do Supremo no julgamento do mensalão.


Já a liminar concedida pelo ministro Gilmar Mendes sustando a tramitação do projeto de lei que cria obstáculos a novos partidos segue rigorosamente a jurisprudência da Corte e representa a defesa constitucional dos “princípios democráticos, do pluripartidarismo e da liberdade de criação de legendas.” A base de toda discordância está na não aceitação por parte de grupos políticos da predominância do Supremo Tribunal Federal no que se refere à interpretação constitucional.

“Em todas as organizações, políticas ou judiciais, há sempre uma autoridade extrema para acertar ou errar em último lugar. O Supremo Tribunal Federal, não sendo infalível, pode errar. Mas a alguém deve ficar o direito de errar por último, a alguém deve ficar o direito de decidir por último, de dizer alguma coisa que deva ser considerada como erro ou como verdade.

Parte de um texto de Merval Pereira.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

ESCÂNDALOS + PODRIDÃO = PT


Muitos me indagam o porque de bater tanto no Partido dos Trabalhadores, e, mais uma vez, devo esclarecer porque me decepcionei com as atitudes desse Partido, fundado com propósitos aparentemente tão "puros", pois  iria combater a corrupção em todos os níveis (vejam só), defesa da ética, da luta cotidiana contra injustiças, a favor da liberdade e a defesa de uma cultura da honestidade e trabalho! 

Quanta hipocrisia... seria IMPOSSÍVEL avaliar a fortuna de BILHÕES do próprio CHEFE-MAIOR  e seus familiares? Como um torneiro-mecânico-apedeuta sindicalista e de origem humilde, conforme ele faz questão de dizer e documentar até em filme custeado com verba pública, por intermédio da política consegue enriquecer tanto, constituindo patrimônio e fortuna junto com a família? Seriam recursos não contabilizados? E Zé Dirceu e o resto da quadrilha, agora todos muito bem abastados?


Observem alguns escândalos da quadrilha PTralha e digam se eu estou errado:

• Caso Pinheiro Landim
• Caso Celso Daniel
• Caso Toninho do PT
• Escândalo dos Grampos Contra Políticos da Bahia
• Escândalo do Proprinoduto (também conhecido como Caso Rodrigo Silveirinha)
• Escândalo da  Ligação do PT com o MST
• Escândalo da  Ligação do PT com a FARC
• Escândalo dos Gastos Públicos dos Ministros
• Irregularidades do Fome Zero
• Escândalo do DNIT  e do Ministério do Trabalho
• Licitação Para a Compra de Gêneros Básicos
• Caso Agnelo Queiroz (O ministro recebeu diárias do COB para os Jogos Panamericanos)
• Escândalo do Ministério dos Esportes (Uso da estrutura do ministério para organizar a festa de aniversário do ministro Agnelo Queiroz)
• Operação • Escândalo dos Gafanhotos (ou Máfia dos Gafanhotos)
• Várias Aberturas de Licitações da Presidência da República Para a Compra de Artigos de Luxo
• Escândalo da Norospar (Associação Beneficente de Saúde do Noroeste do Paraná)
• Escândalo dos Bingos (Primeira grave crise política do governo Lula) (ou Caso Waldomiro Diniz)
• Lei de Responsabilidade Fiscal (Recuos do governo federal da LRF)
• Escândalo das várias  ONG, especialmente Ágora
• Caso Luiz Augusto Candiota (Diretor de Política Monetária do BC, é acusado de movimentar as contas no exterior e demitido por não explicar a movimentação)
• Caso Cássio Caseb
• Caso Kroll
• Escândalo dos Vampiros
• Uso dos Ministros dos Assessores em Campanha Eleitoral de 2004
• Escândalo do PTB (Oferecimento do PT para ter apoio do PTB em troca de cargos, material de campanha e R$ 150 mil reais a cada deputado)
• Irregularidades na Bolsa-Escola
• Irregularidades na Bolsa-Família
• Escândalo de Cartões de Crédito Corporativos da Presidência• Irregularidades do Programa Restaurante Popular (Projeto de restaurantes populares beneficia prefeituras administradas pelo PT)
• Abuso de Medidas Provisórias no Governo Lula entre 2003 e 2004 (mais de 300)
• Escândalo dos Correios (Segunda grave crise política do governo Lula. Também conhecido como Caso Maurício Marinho)
• Escândalo da Novadata
• Escândalo da Usina de Itaipu
• Escândalo das Furnas
• Escândalo do Mensalão (Terceira grave crise política do governo. Também conhecido como Mensalão)
• Escândalo do Leão & Leão (República de Ribeirão Preto ou Máfia do Lixo ou Caso Leão & Leão)
• Escândalo da Secom• Escândalo do Brasil Telecom (também conhecido como Escândalo do Portugal Telecom ou Escândalo da Itália Telecom)
• Escândalo da SEBRAE (ou Caso Paulo Okamotto)
• Caso Marka/FonteCindam• Escândalo do Banco Santos
• Escândalo Daniel Dantas – Grupo Opportunity (ou Caso Daniel Dantas)
• Escândalo da Interbrazil
• Escândalo da Gamecorp -Telemar (ou Caso Lulinha)
• Caso dos Dólares de Cuba
• Escândalo dos Dólares na Cueca
• Esquema de Corrupção no Diretório Nacional do PT
• Escândalo da Quebra do Sigilo Bancário do Caseiro Francenildo (Quarta grave crise política do governo Lula. Também conhecido como Caso Francenildo Santos Costa)
• Escândalo das Cartilhas do PT
• Escândalo do Banco BMG (Empréstimos para aposentados)
• Escândalo do Proer
• Escândalo do Sivam
• Escândalo dos Fundos de Pensão

• Escândalo do Foro de São Paulo
• Esquema do Plano Safra Legal (Máfia dos Cupins)
• Escândalo dos Grampos na Abin
• Escândalo do Mensalinho
• Escândalo das Vendas de Madeira da Amazônia (ou Escândalo Ministério do Meio Ambiente).
• Escândalo de Corrupção dos Ministros no Governo Lula
• Crise da Varig

• Escândalo das Sanguessugas (Quinta grave crise política do governo Lula. Inicialmente conhecida como Operação Sanguessuga e Escândalo das Ambulâncias)
• Escândalo dos Gastos de Combustíveis dos Deputados
• CPI da Imigração Ilegal
• CPI do Tráfico de Armas

Além desses relatados, acrescentamos os desvios de dinheiro da Petrobrás, Banco do Brasil, etc. alem da manipulação eleitoreira das bolsas esmolas, a ambição de tomar o STF, já que o Legislativo come nas mãos do Executivo, ficando com total  domínio dos Poderes Constituídos! Esse é o PARTIDO DOS TRABALHADORES!  Querem MAIS?...

terça-feira, 23 de abril de 2013

OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS?






Refrescando a memória coletiva brasileira, que é curta, enquanto a  dos lulo-petistas extremamente fanática e absurda, lembrarei aos cidadãos que Lula e sua turma, ALÉM DO ESCÂNDALO TENEBROSO DO MENSALÃO, tiveram participação direta em alguns momentos da História Brasileira:

_Foram contra a eleição de Tancredo Neves como presidente da República em 1985, ato que encerraria a ditadura militar, dando lugar a um regime civil que restauraria as liberdades públicas e a democracia.

Os então deputados petistas que votaram em Tancredo – Ayrton Soares (SP), Bete Mendes (SP) e José Eudes (RJ) — foram expulsos do partido.

_Não participaram da solenidade de homologação da nova Constituição democrática, a 5 de outubro de 1988, e deixaram claras suas “ressalvas” ao texto aprovado por todos os deputados e senadores de todos os partidos.


_Defenderam em 1989 o calote da dívida externa brasileira, com Lula candidato à Presidência – seria derrotado no segundo turno por Fernando Color –, medida que levaria o Brasil à bancarrota e à desegraça, faria secar os investimentos externos por tempo indeterminado e transformaria o país em pária internacional.



_Recusaram-se num momento de gravíssima crise institucional, no final de 1992, a colaborar com o vice Itamar Franco, que assumiu em definitivo a Presidência com o afastamento de Fernando Collor e, no Planalto, tentou fazer um governo de grande acordo nacional — que o PT não quis — para tirar o país do caos econômico e da derrocada moral a que o levara seu antecessor.

A ex-prefeita petista de São Paulo Luiza Erundina, uma exceção, cometeu o “crime” de cooperar com o presidente Itamar como ministra da Administração e viu-se obrigada a deixar o PT.

_Combateram radicalmente, sem tréguas, o Plano Real, classificando como “eleitoreiro” o mais bem sucedido programa de estabilização da moeda da história econômica do país, concebido por equipe reunida pelo ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, e bancado pelo presidente Itamar.


_Se opuseram ferozmente a todas as privatizações que, durante os dois mandatos de FHC (1995-2003), dinamizaram e modernizaram a economia do país, aumentaram a arrecadação de impostos, diminuíram o peso do Estado, melhoraram a competitividade do Brasil no mercado internacional e tornaram o país terreno fértil para investimentos estrangeiros.
A oposição do lulo-petismo, que não esteve alheio à participação em atos de hostilidade e mesmo da agressão física a empresários e autoridades durante leilões na Bolsa de Valores, incluiu a da telefonia, que permitiu entre outros resultados que o país pulasse em menos de duas décadas de 800 mil celulares para os mais de 200 milhões que tem hoje.


_Manifestaram-se em 1999 inteiramente contra a adoção de um dos três pilares da estabilidade do país – a política de câmbio flutuante.
No mesmo ano, declararam-se contrário ao segundo deles, a política de metas de inflação.
No ano seguinte, combateram e votaram contra o terceiro pilar do tripé que, ironicamente, propiciaria um governo extremamente favorável ao próprio Lula – a Lei de Responsabilidade Fiscal .
Uma vez no poder, os três pilares — elogiados por integrantes da equipe econômica petista — serviram para Lula, beneficiado pelos preços internacionais dos principais produtos de exportação do país, deitar e rolar.


_Foram raivosamente contrários ao Proer, o Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento do Sistema Financeiro Nacional, instituído por FHC para impedir a implosão do sistema bancário do país e o caos econômico que desencadearia — para, depois, quando veio a grande crise financeira internacional de 2008, Lula se vangloriar do vigor dos bancos brasileiros.

O principal guru econômico do lulalato, o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, foi dos poucos lulopetistas que teve a dignidade de reconhecer a enorme valia do Proer. Lula só falou mal e, depois, faturou.


_Combateram e criticaram, a partir de 2001, várias medidas da chamada “rede de proteção social” estabelecida pelo governo FHC, como o Bolsa Escola, o vale-alimentação, o vale-gás, o auxílio a mulheres grávidas que fizessem todos os exames do prénatal e o auxílio a famílias que evitassem o trabalho infantil de seus integrantes.
Os distintos programas que Lula e seus seguidores, na oposição, consideravam “esmola” e parte de uma suposta ação eleitoreira viriam a ser unificados durante o lulalato e transformados em sua principal vitrine: o Bolsa Família — utilizado, como todos sabemos como O instrumento eleitoreiro por excelência.


É evidente que muita gente, no Brasil, se lembra disso, mas muitíssimos se esqueceram, e muitos eleitores jovens mal souberam ou jamais se inteiraram desses fatos.
Então, para um começo de conversa, a oposição poderia lembrar uma vez por semana, em discursos ou entrevistas, essas verdades da vida que o lulopetismo escondeu, envergonhado, e nós, dentro de nosso alcance, alertar, mostrar, combater essa FARSA  da quadrilha PTralha!

ME AGUARDEM! 


Dados e informações colhidas de Ricardo Setti.










segunda-feira, 22 de abril de 2013

SABER ENVELHECER!

"Saber envelhecer é o mesmo que produzir uma obra de arte no dia-a-dia. É verdade, pois as coisas não acontecem da noite para o dia. De forma natural, no decorrer da vida, vamos nos encaixando a elas e modificando nosso modo de ser, mesmo sem querer.

Entender que a velhice está implícita na juventude, da mesma forma que a morte na vida, é uma maneira de aceitar os aspectos opostos da existência. O segredo do saber envelhecer é conservar a auto-estima, continuando a ser interessante para si próprio e para os outros. Amar a vida, as pessoas, alimentar sonhos, ocupar a mente com alguma atividade são excelentes formas de manter-se emocionalmente equilibrado.

Dizem os geriatras que as pessoas devem fazer exercícios físicos e mentais em todas as fases da vida, cuidando do corpo com uma alimentação sadia, sem excessos, sem abusos, exercitando-se com algum trabalho, mesmo quando aposentadas. Assim, é evidente que com a idade deve haver uma evolução: mudança de hábitos, formas de se comportar, se vestir etc.

É importante, ainda, cultivar as amizades, acompanhar o crescimento e a mudança dos jovens, sem o isolamento próprio de quem se acha fora de época. O elemento fundamental para isso é manter o interesse pela vida e continuar amando.

Raramente quem teve muitos amigos, doou muito de si e se preocupou com os outros termina sua vida sozinho. Por isso, buscar novas amizades, inclusive jovens, permite um contínuo renovar-se. O mundo de hoje é muito agressivo e, se a pessoa não se coloca dentro dele, acaba marginalizada por seu próprio modo de vida.

A maior sabedoria não está em saber envelhecer, mas em como viver, de forma sábia, o dia-a-dia. É uma decorrência natural, pois geralmente não sentimos que estamos envelhecendo e não nos consideramos velhos quando atingimos uma idade mais madura.

O ser humano normal gosta de viver, de participar, de trocar experiências, enriquecendo a si e aos outros. O importante é não julgar que já não se pode curtir as coisas boas que a vida oferece, porque a velhice chegou. À medida que a pessoa caminha em idade, não apenas enriquece a cabeça, o espírito. De certa forma, construiu alguma coisa. É hora, então, de curtir suas realizações. Como? Sendo o mais natural possível.

As pessoas excessivamente vaidosas, quando envelhecem, não querem fazer mais nada, porque se julgam velhas. Outras, por pequenos achaques físicos, se acham no fim. Há também as que se refugiam atrás das dores para justificar seu afastamento social. Quem, sem causa justificada, se deixa abater quando envelhece jamais viveu com garra e entusiasmo a própria vida.

A preparação para a velhice acontece ao longo da vida: vivendo. Ninguém pára para dizer que fez 50, 60 ou 70 anos. Os anos vão se sucedendo no nosso fazer, descobrir, curtir, viver. Na terceira idade, a pessoa ama da mesma forma, só que valoriza bem mais a qualidade do que a quantidade das coisas. Por isso é possível curtir tudo com mais intensidade.

Da mesma forma que se educa uma criança desde o dia em que nasce para ser honesta, equilibrada e trabalhadora, educamo-nos diariamente para a velhice, conhecendo-nos melhor, usando como bandeira as próprias qualidades, discernindo os atos pessoais, e tentando ver onde estão as falhas para corrigi-las, sem lhes passar um spray. Ávida se renova a cada dia, e é preciso acompanhá-la. Quem não se interessa por isso é velho, mesmo que tenha 20 anos de idade.

A pessoa envelhece mantendo e acentuando suas próprias características. Quem normalmente é neurastênico, será um velho chato e insuportável, pois sem as censuras normais das outras idades, mostrará com mais naturalidade sua irritabilidade. Ao contrário, quem é dócil, manso, será um velhinho doce, que agrada a todo mundo. Basta observar as pessoas que vivem ao nosso lado. Nesse particular, entra muito, também, a forma como a pessoa aceitou as oportunidades de crescimento que a vida lhe ofereceu.

A idade madura e a velhice evidenciam a experiência. Saliento a sabedoria de minha mãe querida quando dizia não ser velha! O antigo tem valor cultural, de conhecimento, experiência, beleza, sabedoria, história. Assim deveriam ser considerados os nossos velhos, por nós e pela sociedade."

EDUCAÇÃO À BRASILEIRA





Já a algum tempo, temos percebido falhas na educação brasileira. Alunos chegam ao ensino médio, sem saber interpretar um texto... Aspectos culturais-sociais contribuem para esse problema. A escola torna-se ponto de encontro para uma grande variedade de coisas:namoro, amizade, "zoação". Mas raramente é vista pela juventude como um lugar onde se estuda e se prepara para a vida. Portanto podemos dizer que a desvalorização do conhecimento em nossa juventude desvaloriza a função social do professor.

Menos de 10% dos professores das zonas rurais, que atuam nas séries iniciais do Ensino Fundamental, têm formação superior, contra 38% da área urbana. Os piores índices estão nas zonas Norte e Nordeste do Brasil.


Outra situação que requer definição da política pública é a remuneração do salário dos professores. Os dados do IBGE dizem que, considerando profissões com nível de formação equivalente, o magistério é aquela que oferece os piores salários.

Faltam bibliotecas, laboratórios de ciência e de informática em grande parte das escolas da rede pública da educação básica. Metade dos professores lecionam em escolas sem bibliotecas, quatro em cada cinco atuam em escolas sem laboratório de ciências, e três em cada quatro professores estão em escolas que não possuem laboratório de informática. A ausência de recursos didáticos é diferente entre as regiões, e isso dificulta o aprendizado, e ai acontece a decadência da escolaridade, e vem daí o que dizem que escola pública não presta.

 Não é interessante aos nossos governantes uma população intelectual que tenha um senso crítico ao analisar o governo. Hoje nossa juventude em conjunto com pessoas pouco esclarecidas e de parcos recursos  é usada como massa de manobra de governantes populistas. A maioria acha política uma coisa chata e consequentemente não se interessam nem um pouco. As consequências foram vistas nas últimas eleições, quando candidatos sem quaisquer qualificações, foram eleitos. Por isso, também, tão poucos investimentos na educação.

Temos que pensar mais na educação no Brasil. Temos que cobrar uma educação de qualidade, pois pagamos impostos excessivos  para termos acesso a serviços públicos de qualidade. O problema educacional também vem da mentalidade de nossa sociedade que não dá valor ao professor e consequentemente ao conhecimento.


domingo, 21 de abril de 2013

CONTRA A PEC 37



A recente ação anticorrupção deflagrada no país pelo Ministério Público, com amplo apoio judicial, foi acusada de ser política por vários especialistas, em virtude da discussão sobre a Proposta de Emenda à Constituição 37, que pretende retirar o poder de investigação da instituição, consagrando um verdadeiro monopólio investigativo às carreiras policiais.
Refletindo sobre o tema, não acredito ter sido esse o sentimento da população brasileira, cansada de ver os cofres públicos saqueados, com desvios de milhões de reais que deveriam ser utilizados no combate a miséria, na melhoria da educação e saúde públicas — enfim, no desenvolvimento de nosso país.
Se o combate à corrupção, à criminalidade organizada e à impunidade são desejos de toda a sociedade brasileira, como se justifica a apresentação de uma proposta de emenda constitucional (PEC 37) que pretenda reduzir o importante papel institucional do Ministério Público no regime democrático, enfraquecendo sua missão constitucional?
Insisto. Não guarda qualquer razoabilidade com o espírito da Constituição, o engessamento do órgão titular da ação penal, impedindo-o de realizar, quando necessário, investigações criminais. Isso significaria diminuir a efetividade de sua atuação em defesa dos direitos fundamentais de todos os cidadãos, cuja atuação autônoma, configura a confiança de respeito aos direitos, individuais e coletivos, e a certeza de submissão dos poderes à lei.
Para o bem da República, devemos substituir a estéril discussão sobre diminuição de mecanismos de defesa da sociedade (PEC 37) por uma melhor disciplina normativa sobre o tema, que permita efetivamente um avanço institucional. Como Cícero afirmava, fazem muito mal à República os agentes públicos corruptos, pois infundem os próprios vícios em toda a sociedade. A punição com o afastamento da vida pública desses agentes corruptos, salientava Platão, é essencial para fixar uma regra proibitiva em defesa dos interesses do Estado. E nesse sentido, a contribuição do Ministério Público é inegável.
A discussão está posta na sociedade brasileira. Tanto o Congresso Nacional, quanto o STF, devem se posicionar sobre o modelo de combate a corrupção e a criminalidade organizada que pretendem para o Brasil, sem favorecer a impunidade que impera em nosso País!

DILMÊS CASTIÇO



Já se tornou proverbial a dificuldade que a presidente Dilma Rousseff tem de concatenar ideias, vírgulas e concordâncias quando discursa de improviso. No entanto, diante da paralisia do Brasil e da desastrada condução da política econômica, o que antes causaria somente riso e seria perdoável agora começa a preocupar. O despreparo da presidente da República, que se manifesta com frases estabanadas e raciocínio tortuoso, indica tempos muito difíceis pela frente, pois é principalmente dela que se esperam a inteligência e a habilidade para enfrentar o atual momento do País.

No mais recente atentado à lógica, à história e à língua pátria, ocorrido no último dia 16/4, Dilma comentava o que seu governo pretende fazer em relação à inflação e, lá pelas tantas, disparou: “E eu quero adentrar pela questão da inflação e dizer a vocês que a inflação foi uma conquista desses dez últimos anos do governo do presidente Lula e do meu governo”. Na ânsia de, mais uma vez, assumir para si e para seu chefe, o ex-presidente Luiz Inácio da Silva, os méritos por algo que não lhes diz respeito, Dilma, primeiro, cometeu ato falho e, depois, colocou na conta das “conquistas” do PT o controle da inflação, como se o PT não tivesse boicotado o Plano Real, este sim, responsável por acabar com a chaga da inflação no Brasil. Em 1994, quando disputava a Presidência contra Fernando Henrique Cardoso, Lula chegou a dizer que o Plano Real era um “estelionato eleitoral”.

O fato é que o governo parece perdido sobre como atacar a alta dos preços e manter a estabilidade a duras penas conquistada, principalmente com um Banco Central submisso à presidente.

 Num desses discursos de palanque, em Belo Horizonte, Dilma disse, em dilmês castiço, que a inflação já está sob controle, embora todos saibam que não está. “A inflação, quando olho para a frente, ela está em queda, apesar do índice anualizado do ano (sic) ainda estar acima do que nós queremos alcançar, do que nós queremos de ideal”, afirmou. E completou: “Os alimentos também começaram a registrar, mesmo com todas as tentativas de transformar os alimentos no tomate (sic), os alimentos começaram uma tendência a reduzir de preço”. Ganha um tomate quem conseguir entender essa frase.

Partes de um editorial publicado no Estadão desse Domingo, dia 21/04.

sábado, 20 de abril de 2013

CORRUPTOS NO PODER


 


Em um País que um Governo, representado por um Partido Político, tem em suas mãos quase 80% do Congresso, controla sindicatos, ONGS, UNE, amplo apoio de poderosas organizações como FEBRABAN e FIESP, uma rede enorme de jornalistas e ex-jornalistas simpáticos ou mesmo pagos pelo Governo, torna-se cada vez mais difícil lutar contra esta maioria, e mesmo muito mais difícil tem sido se manifestar de qualquer forma contra este bando de quadrilheiros, amplo e confuso que sustenta o grupo no poder. 

E não se está a falar aqui apenas de críticas filosóficas ou profundamente políticas não, até porque não há, nesta grande rede de alianças que governa o Brasil, um pensamento claro e definido sobre a estratégia de Governo. É quase coisa de maluco notar e criticar coisas absurdas como a desconexão do Ministro da Fazenda com a realidade; a administração ruinosa e corrupta da Petrobrás; a perpetuação das piores práticas no trato com o dinheiro público; o apoio e defesa de políticos que há décadas só fazem crescer o currículo criminal; o preocupante crescimento da inflação; o descaso absoluto com a Segurança Pública; a total inexistência de políticas públicas voltadas para a melhoria da educação de base, etc. São inúmeros os defeitos deste Governo, como é de se esperar de um estado tão gigantesco, desnorteado e sem auto-crítica necessária.

Quando surgem vozes dissonantes aqui e ali,mesmo em termos comportamentais ou culturais, a turma entusiasta deste aglomerado já tem na ponta da língua o conjunto de chavões para desacreditar os ousados e irresponsáveis que não seguem a corrente: São reacionários! Insistiu na crítica? Então é fascista. Contestou ainda mais? Nazista, elitista, anti-patriota, higienista e inimigo do povo.

É contra esta intolerância à opinião, à crítica ideológica e factual, ao direito de pensar diferente que o Grupo "Pátria Amada Brasil" e muitos outros Grupos,  blogs e sites se levantam. Erros e denúncias a apontar; exageros e ações inaceitáveis não faltam a este DesGoverno e ao pensamento político que guia suas ações!





IDOSOS OU VELHOS?





De uma publicação de minha amiga Vera Maria Costa Pinto Steindorf...

FELIZ DOMINGO A TODOS!!
IDOSOS E VELHOS

"Você se considera uma pessoa idosa, ou velha? Acha que é a mesma coisa? Pois então ouça o depoimento de um idoso de setenta anos:

Idosa é uma pessoa que tem muita idade. Velha é a pessoa que perdeu a jovialidade.

A idade causa degenerescência das células. A velhice causa a degenerescência do espírito. Por isso nem todo idoso é velho e há velho que ainda nem chegou a ser idoso.

Você é idoso quando sonha. É velho quando apenas dorme.

Você é idoso quando ainda aprende. É velho quando já nem ensina.

Você é idoso quando pratica esportes, ou de alguma outra forma se exercita. É velho quando apenas descansa.

Você é idoso quando ainda sente amor. É velho quando só tem ciúmes e sentimento de posse.

Você é idoso quando o dia de hoje é o primeiro do resto de sua vida. É velho quando todos os dias parecem o último da longa jornada.

Você é idoso quando seu calendário tem amanhãs. É velho quando seu calendário só tem ontem.

O idoso é aquela pessoa que tem tido a felicidade de viver uma longa vida produtiva, de ter adquirido uma grande experiência.
Ele é uma ponte entre o passado e o presente, como o jovem é uma ponte entre o presente e o futuro. E é no presente que os dois se encontram.

Velho é aquele que tem carregado o peso dos anos, que em vez de transmitir experiência às gerações vindouras, transmite pessimismo e desilusão. Para ele, não existe ponte entre o passado e o presente, existe um fosso que o separa do presente pelo apego ao passado.

O idoso se renova a cada dia que começa; o velho se acaba a cada noite que termina. O idoso tem seus olhos postos no horizonte de onde o sol desponta e a esperança se ilumina.

O velho tem sua miopia voltada para os tempos que passaram. O idoso tem planos. O velho tem saudades. O idoso curte o que resta da vida. O velho sofre o que o aproxima da morte.

O idoso se moderniza, dialoga com a juventude, procura compreender os novos tempos. O velho se emperra no seu tempo, se fecha em sua ostra e recusa a modernidade.

O idoso leva uma vida ativa, plena de projetos e de esperanças.
Para ele o tempo passa rápido, mas a velhice nunca chega.

O velho cochila no vazio de sua vida e suas horas se arrastam destituídas de sentido. As rugas do idoso são bonitas porque foram marcadas pelo sorriso. As rugas do velho são feias porque foram vincadas pela amargura.

Em resumo, idoso e velho, são duas pessoas que até podem ter a mesma idade no cartório, mas têm idade bem diferente no coração."

sexta-feira, 19 de abril de 2013

MINHA CASA...MINHA VIDA?




 Senado aprovou nesta quinta-feira requerimento do senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) para que o Tribunal de Contas da União (TCU) realize auditoria no programa Minha Casa Minha Vida, particularmente nos contratos com empresas que operam no âmbito do programa. O requerimento foi apresentado após o jornal O GLOBO ter revelado a existência de um esquema de fraudes por parte de empresas de fachada, algumas delas registrada no mesmo endereço e controladas por um grupo de ex-funcionários do Ministério das Cidades.

Um dos focos da apuração é a RCA Assessoria, empresa formada por ex-servidores do Ministério das Cidades. Donos da empresa teriam criado empresas de fachada para controlar parte da distribuição do financiamento e dos contratos do programa. Entres os sócios da RCA está Daniel Nolasco, que até 2008 era funcionário do Ministério das Cidades.

A empresa consegue ao mesmo tempo ser representante do agente financeiro, tocar construções e também medi-las e fiscalizá-las. Para isso, usa uma rede de empresas que os sócios e os funcionários registraram em seus nomes e cujos endereços ou são na sede da RCA, em São Paulo, ou na casa de parentes.

O programa, desde a sua criação, em 2009, tem demonstrado deficiências de todos os tipos como a falta de cumprimento dos prazos de entrega das obras e a baixa qualidade das residências construídas.

Pode ser mais uma Obra da incompetência e corrupção desse Desgoverno PeTista! Estamos de olho!

Partes de um texto publicado no Blog do Coronel.

DE OLHO NAS URNAS





A presidente Dilma Rousseff dorme e acorda pensando em reeleição. E passa dias fazendo campanha. Embora tenha um país a administrar, tem dedicado parte considerável de sua agenda dos últimos tempos a eventos eleitoreiros mal disfarçados de compromissos oficiais. Tendo como seu 40.º ministro o marqueteiro João Santana, a presidente não dá um passo com outro objetivo que não seja o de consolidar sua candidatura precocemente oficializada e avançar em redutos de seus possíveis adversários. Os problemas do Brasil – e de todos os brasileiros – que esperem.

Já é difícil de dizer onde termina a presidente e onde começa a candidata. Como as condições da economia podem ameaçar uma reeleição que parecia tranquila, apesar da alta popularidade da presidente, Lula apressou-se a antecipar o calendário eleitoral e tirou Dilma do gabinete, colocando-a no palanque. Obediente, a presidente vestiu o figurino populista e saiu a prometer mundos e fundos, inclusive ocupando para isso o horário nobre em cadeia nacional obrigatória de rádio e TV. 

Há já algum tempo que Dilma, carregando seu saco de bondades – que inclui a doação de retroescavadeiras e motoniveladoras para municípios com até 100 mil habitantes –, saiu em périplo por regiões do País onde possíveis candidatos oposicionistas são fortes o bastante para representar dificuldades à sua reeleição.

No segundo semestre, o foco de Dilma deverá ser São Paulo, Estado que é uma obsessão de Lula. O Planalto torce para que, até lá, as medidas cosméticas para estimular a economia tenham surtido algum efeito, ao menos o suficiente para que possa ser convertido em capital eleitoral, graças à prestidigitação marqueteira de um governo que tem tomado suas decisões exclusivamente de olho nas urnas.

Trechos tirados de uma publicação no Estadão.

CASAMENTO PT - FARC - COMUNISMO






"O Partido do Trabalhadores está no poder há três mandatos e poderá permanecer por mais um...
Terá, assim, completado a etapa da consolidação do pleno aparelhamento do estado, colocado sua gente em todos os postos chave da república e cooptado todos os oportunistas e inocentes úteis que compõem as classes política e empresarial , bem como os jovens, estudantes ou não, que se deixam idiotizar pela falácia e pela mentira e os famintos, ignorantes ou sem perspectivas nos currais do “bolsa esmola”.

Todavia, quando o caos transformar o engodo em realidade, fazendo os menos ignorantes enxergarem o quanto foram ingênuos ou coniventes com o mal, haverá uma mudança no fiel da balança, tendo como consequência, lógica e democrática, a possibilidade de alternar partidos e propostas.
Restará, contudo, saber se os desmascarados entregarão de bom grado os postos e privilégios com os quais se têm locupletado e lambuzado, desde o primeiro mandato da era pós moral, sob a liderança do Sr Lula da Silva e seus muitos ladrões, já que o seu projeto de poder é ditatorial, mafioso e permanente e não inclui a possibilidade de saída, muito menos pela via que lá os colocou.

Seus objetivos revelam-se nos conchavos diplomáticos, nas manifestações e nas palavras de ordem da militância que, à luz do dia, com violência e sem subterfúgios, demonstram sua simpatia pelo regime cubano, intimidando e constrangendo a blogueira Yaoni Sánchez, em visita ao Brasil, acusando-a de traição e afirmando, sem pejo ou vergonha, que “a América Latina vai ser toda comunista”!

 Parece absurdo, mas é a realidade, existem pessoas no Brasil, ligadas aos corruPTos, que querem para nós o triste destino do povo cubano, onde o regime de força da “famiglia Castro” distribuiu a miséria, a fome e a doença e confiscou todas as liberdades, inclusive a de pensar e discordar.



O MST, braço armado da guerrilha rural; os sindicatos comprometidos, laborais e do crime organizado; a UNE, comprada com dinheiro público; os apaniguados e incompetentes, aboletados em cargos público e “de confiança”; as polícias, comandadas por “majores – coronéis” comprometidos com o projeto; os corruPTos, de todos os matizes e níveis de sofisticação; e a legião de desocupados, escravizados pela boca ou intimidados pela fome, conduzidos por seus líderes de barro! 

Restará, mais uma vez, a última razão da nação, as instituições que detém o dever constitucional de fazer valer e cumprir a lei e assegurar a ordem interna...Forças para que os usurpadores desocupem suas posições, entreguem os cargos e tomem o rumo que lhes conferirá o desprezo nacional!"

Enviado por um amigo que quer se manter anônimo.

segunda-feira, 15 de abril de 2013

RECORDE BRASILEIRO



Governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff bateram recorde na criação de ministérios 

Pode-se dizer que a década petista à frente do governo federal deixou como um de suas principais marcas o aparelhamento do Estado e o inchaço da máquina pública e na tentativa de atrair mais aliados para sua campanha à reeleição, a presidente Dilma Rousseff poderá criar em 2013 mais um novo ministério fechando em 40 o número de ministros do governo.

O Brasil possui atualmente 39 ministérios, para se ter uma ideia, a Argentina tem 16, o Chile, 22, e a Alemanha, quarta maior economia do mundo, 16.  e segundo levantamento 
do jornal O Globo, o contingente de servidores em 2012 passou de 809,9 mil para 984,3 mil.

Já os gastos com a folha de pessoal, que consumiam R$ 59,5 bilhões em 2002 e chegaram a R$ 154,5 bilhões em agosto do ano passado.

O vertiginoso crescimento do número de ministérios, para acomodar novos partidos da base governista, sindicatos e movimentos sociais, teve início no primeiro governo de Lula, que ao tomar posse fez o número de ministéros pular de 26 para 34.

Outro grande problema que acompanha o inchaço nos quadros públicos é o aparelhamento do Estado, já que em Novembro de
2012, o governo do PT conseguiu aprovar no Congresso a criação de mais 90 cargos comissionados ligados à Presidência da República...isso a  poucos dias após a deflagração da Operação Porto Seguro, que indiciou dez servidores públicos do alto escalão federal.

Isso não é apenas Uma Vergonha... É um caso de improbidade Administrativa!

sexta-feira, 12 de abril de 2013

"BAGRE ENSABOADO"




"A Polícia Federal confirmou, nesta sexta-feira, ter aberto inquérito para investigar a atuação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em uma das operações financeiras do mensalão. Agora, Lula é oficialmente investigado por sua participação no esquema que movimentou milhões de reais para pagar despesas de campanha e comprar o apoio político de parlamentares durante o primeiro mandato do petista."                                                                                 


O sonho de milhões de brasileiros esclarecidos é ver Lula atrás das grades.
É o maior embusteiro da política desse País, assumindo a Presidência com a Economia  arrumada pelo plano real e teve a desfaçatez de afirmar que era herança maldita. Mudou o nome do bolsa escola para bolsa família, para enganar os incautos, e conseguiu, tornando essa prática em seu curral eleitoreiro... As pessoas esclarecidas não têm dúvida de ele é o verdadeiro chefe da quadrilha!

Com tantas implicações fica difícil acreditar que a sindicância ocorra dentro de princípios éticos, a menos que a Procuradoria Federal possa acompanhar e investigar paralelamente, já que a Polícia Federal é subordinada ao Ministro da Justiça, petista de carteirinha!

Essa dúvida vem a mente, especialmente após as falas de José Dirceu, quando acusou Dilma de indicar para Ministro o então Juiz Fux, que deveria beneficiá-lo e demais quadrilheiros, no julgamento do Mensalão! Nesse caso o que não se faria para beneficiar o "Poderoso Chefão"!

BINGOS - LEGALIZAÇÃO




Muito já se falou sobre a legalização dos bingos em território nacional.
Constantemente são veiculadas matérias denunciando máquinas em fundos de estabelecimentos comerciais, a dura vida de ludopatas (assim chamados os portadores do vício do jogo) que perderam tudo, crimes envolvendo jogo ilegais. Material parcial e oportuno, a serviço dos detentores do poder, igreja e outros interessados em manter a atividade na clandestinidade.
Poucas são as fontes formadoras de opinião que tratam a questão do jogo de forma imparcial, sem preconceitos.

É por isso que estamos aqui. Queremos aprofundar o nível da discussão. Lutamos para abrir os olhos da sociedade brasileira a um tema amplamente debatido mundo afora.

Não vamos negar os malefícios que o jogo pode trazer a vida de qualquer pessoa com alguma propensão obsessiva. Temos consciência que, assim como a bebida pode levar ao alcoolismo e um simples analgésico pode iniciar uma dependência, o jogo de bingo tem poder de trazer problemas ao indivíduo com tendências obsessivas.

A todos estes que portam alcoolismo, dependência química, ludopatia, e tantas outras formas nocivas de comportamento, desejamos que busquem o equilíbrio junto a entidades assistenciais, amigos e familiares.
Estudos indicam que apenas 1% dos jogadores de bingo possuem tendências obsessivas, muitas vezes associados com outros vícios. Esta é uma verdade que a mídia parece não dar importância, tratando todos os apreciadores do jogo como doentes.


Sobre o poder devastador do Bingo na sociedade, gostaria de deixar algumas perguntas abertas a reflexões. Tirem suas próprias conclusões.
Em maio de 2007, ao se proibir a atividade comercial de exploração de jogos de bingo através da Súmula Vinculante 2, 350.000 trabalhadores ficaram sem emprego. Isso sem contar com os que trabalhavam em empresas de apoio, como gráficas que imprimiam cartelas, serviços terceirizados, etc. Qual foi o prejuízo social que estas famílias sofreram e sofrem ao perder, para muitos, o trabalho mais qualificado que tiveram?

Outro ponto é a ligação comumente estabelecida entre Bingos e lavagem de dinheiro. Em uma situação de legalização, o governo teria capacidade de criar mecanismos de controle e fiscalização. Por que não há esse debate em torno de outras atividades hoje legalizadas, como estacionamentos, Mega Sena, Loteria e hotéis? Ou seja, a lavagem de dinheiro somente é proibida quando envolve atividade de Bingo?

Nosso país perde a oportunidade de reter pelo menos 1 bilhão de reais em nossa economia a cada ano que a atividade permanece proibida. Esse é o valor estimado que turistas brasileiros deixam anualmente em viagens de jogo nos países vizinhos, principalmente Uruguai, Paraguai, Chile e Argentina, inclusive em toda a América, apenas dois paises condenam o jogo de Bingo legalizado: Cuba e Brasil...Será que todos os outros estão errados?
Isso sem falar do Bingo Online e dos cruzeiros, que vem ganhando popularidade neste público. As roletas começam a rodar sem impedimentos assim que a embarcação se distancia da costa.

Acorda Brasil! O jogo legalizado não deixaria espaço para grupos criminosos, geraria divisas ao país e empregos.